Início > Ano Pastoral, D. António Couto, Documentos, Evangelho, Igreja, Jesus Cristo, Jovens, Jubileu da Misericórdia, Mensagem, Seminários > Mensagem de D. António Couto para a Semana dos Seminários | 2015

Mensagem de D. António Couto para a Semana dos Seminários | 2015

MSG_D.António_Couto_Seminários_2015

OLHOU-OS COM MISERICÓRDIA

 

  1. Com o jubileu da misericórdia no horizonte próximo, estamos outra vez à entrada da Semana das Vocações e dos Seminários, que este ano acontece de 08 a 15 de novembro, subordinada ao belo tema «Olhou-os com misericórdia». A formulação do tema deixa-nos ajoelhados e comovidos diante de Jesus, na posição daquele homem rico que entrou um dia no caminho de Jesus cheio de boas intenções. Num certo momento do diálogo, refere o Evangelho, «Jesus olhou dentro dele, amou-o e disse-lhe» (Marcos 10,21a).
  1. Proponho que nos coloquemos no lugar (no caminho de Jesus) e na atitude (de joelhos diante de Jesus) do homem rico do Evangelho. E que sintamos dentro de nós o efeito do olhar penetrante de Jesus, que continuemos a sentir o seu amor caloroso e suave, e que tenhamos a ousadia de escutar o que Ele nos diz. E aquilo que Ele nos diz é apenas isto: «Falta-te uma coisa». E dispara logo uma rajada de verbos que podem mudar a nossa vida toda, de alto-a-baixo: «Vai, vende quanto tens, dá aos pobres e terás um tesouro no céu; depois, vem e segue-me» (Marcos 10,21b). De forma sucinta e em jeito de rajada: Vai, vende, dá, vem e segue-me!
  1. Importante dizer de Jesus, tão fulminante como aquele olhar dentro (emblépô), o mesmo olhar que virou Pedro da negação (Lucas 22,61) para as lágrimas da conversão (Lucas 22,62), que devemos sempre considerar.
  1. Tal como a rajada de verbos que carrega o dizer de Jesus, também aquele olhar dentro é fulminante. Não no sentido de que nos pode matar, mas no sentido de que nos pode dar a vida verdadeira. Porque o olhar de Jesus é sempre um olhar maternal de graça e de misericórdia. Que este dizer imperativo e este olhar agraciador transforme e informe o nosso coração, neste tempo árduo em que o deserto de tantas vidas precisa de água e de amor.

A GRAÇA tem

tempo e jeito

maternal

Descobre sempre

alguém

para embalar

A GRAÇA só sabe

dizer SIM

A GRAÇA é Deus

a olhar por MIM

Sou eu também

a olhar por ti

assim.

  1. Sejamos, então, generosos na oração e na dádiva de nós próprios no Ofertório de Domingo, dia 15, que será destinado, na sua inteireza, para as necessidades dos nossos Seminários de Lamego e Resende, onde temos 5 e 20 seminaristas respetivamente, e também do Seminário Interdiocesano de S. José, sediado em Braga, onde se formam os seminaristas maiores das quatro Dioceses do nosso interior norte: Lamego, Guarda, Viseu e Bragança-Miranda.
  1. Esta deslocação para junto de um dos polos da Faculdade de Teologia da UCP, neste caso, Braga, acarreta naturalmente despesas extra, mas tornou-se necessária devido ao decréscimo dos seminaristas nestas quatro Dioceses do nosso interior. O baixo número de seminaristas maiores destas quatro Dioceses, actualmente reduzido a 14, não justificava e até desaconselhava que se mantivesse em atividade o Instituto de Estudos Teológicos, que estas quatro Dioceses mantinham em Viseu.

Que Deus nos abençoe e guarde em cada dia, e faça frutificar o labor dos nossos Seminários.

Lamego, 1 de novembro de 2015, Dia do Senhor e Solenidade de Todos os Santos

+ António, vosso bispo e irmão

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: