Início > Ano Pastoral, Evangelho, , Formação, Jesus Cristo, Jovens, Mensagem, Notícias, Testemunho, Vida > Convívio Fraterno 1284 | 2 testemunhos

Convívio Fraterno 1284 | 2 testemunhos

convivios

Tu me acolhes… És Pai e me ergues! CF1284

No dia 10 de Setembro de 2015, lá para a noitinha na obra Kolping, deu início a maior aventura da minha vida e sem dúvida a mais (des)concertante. Eu não fazia ideia do que me esperava, só me diziam que era uma experiência fantástica e que eu tinha de fazer. Não sei o que me deu na cabeça para aceitar este desafio, logo na altura da minha vida em que tempo era coisa que não tinha e a minha cabeça estava noutro mundo que em nada diz respeito à Igreja. Para estar aqui muitos de nós cancelaram compromissos importantes, coisas talvez até inadiáveis e digo com toda a certeza que não me arrependo em nada, pelo contrário, fiz o meu convívio fraterno exatamente quando devia, na altura certa. Parece que no meio da confusão do meu dia-a-dia Ele me chamou para fortalecer a nossa amizade, para me trazer a paz que eu tanto procurava. Muitos não compreenderam porque o fiz e até me tentaram dissuadir de passar três dias longe de tudo. Eu fui encontrar-me! Encontrar-me, em Deus e com Deus! Destes três dias trago novas e fortes amizades, irmãos de coração. Trago acima de tudo uma bagagem enorme para enfrentar o quarto dia e todas as suas adversidades. Agora, sei manter a minha chama acesa ou pelo menos sei o que fazer para a reavivar e renovar. Além disso, sou agora capaz de servir o próximo sem esperar nada em troca. Sinto-me em paz e é com todo o orgulho que digo que sou conviva e que faço parte desta enorme família!

Vou pelo mundo mostrar a minha herança, ser conviva da paz e do amor. Sim, porque Deus é amor!

Telma Teixeira

————————

Testemunho conviva 1284 – Lamego

No dia-a-dia da vida, por vezes, afastamo-nos de Deus e acabamos por não lhe dar a devida atenção. No entanto há momentos e oportunidades únicas de encontro mais próximo com Ele. O convívio fraterno 1284 que se realizou nos dias 11, 12 e 13 de Setembro em Lamego foi um destes grandes momentos únicos.

Deus dá-nos muitas riquezas ao longo da vida e a mim deu-me esta grande riqueza de ter amigos convivas que amam a Cristo como eu, e que me ajudaram a estar mais próximo d’Ele. Não é fácil neste mundo em que vivemos ser espelho e imagem de Cristo, por vezes somos levados pela avalanche do desinteresse em relação à pessoa d’Ele. No entanto, Ele está sempre presente e disposto para nos perdoar pois nos acolhe sempre. Este foi o tema do convívio “Tu me acolhes, és Pai e me ergues”. É importante que agora cada um de nós conviva, sinta a responsabilidade que tem na sua vida, levar a mensagem de Deus pelo mundo que nos rodeia.

Um convívio fraterno é uma experiência que renova que gera em nós uma vida nova, depois deste grande momento de encontro com Deus e com os nossos irmãos que estiveram ao nosso lado nestes dias. É por isso que por vezes não somos compreendidos quando estamos no nosso quarto dia, só quem é conviva pode compreender. Foram três dias de grande felicidade, reflexão e paz.

Sê conviva da paz e do amor.

João Pedro Borges, in Voz de Lamego, ano 85/43, n.º 4330, 22 de setembro

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: