Início > Ano Pastoral, Evangelho, Igreja, Jesus Cristo, Nomeações, Notícias, Sacerdotes > Cabaços e de Moimenta da Beira acolhem novo Pároco: Pe. Diamantino

Cabaços e de Moimenta da Beira acolhem novo Pároco: Pe. Diamantino

moimenta2

A paróquia de St. Adrião de Cabaços e de S. João Baptista de Moimenta da Beira acolheram festivamente o Padre Diamantino José Alvaíde Duarte que, chegado de Roma, se junta agora ao Padre Manuel Adelino Abrunhosa, pároco daquelas comunidades há 27 anos. A apresentação foi feita pelo nosso Vigário Geral, Mons. Joaquim Rebelo que, em ambos os locais presidiu à Eucaristia. Em Moimenta da Beira, porque foi à tarde, estiveram outros sacerdotes vizinhos, bem como o Arcipreste e Vice-Arcipreste deste arciprestado que engloba as zonas pastorais de Moimenta da Beira, Sernancelhe e Tabuaço.

A igreja matriz encheu-se com fiéis daquela paróquia, mas também com familiares e amigos vindos de outros locais. Os mais novos exibiram um cartaz de boas-vindas e alguém proferiu palavras de acolhimento e alegria, terminando com oferta de flores ao Pe. Diamantino, ao Pe. Manuel e a Mons. Joaquim. O Vice-Arcipreste, Pe. Jorge Giroto, leu a Provisão episcopal que nomeia o Pe. Diamantino para estes espaços, com a missão de moderador, numa equipa sacerdotal “in solidum” que conta com o Pe. Manuel Adelino.

Na homilia, após ter comentado o texto evangélico do dia e depois de ter exortado os fiéis à atitude de serviço recomendada pelo Senhor, Mons. Joaquim Rebelo agradeceu o esforço e dedicação do Pe. Manuel e justificou a nomeação do Pe. Diamantino para este espaço.

Nesse sentido, disse, a opção foi ditada pela vontade de dinamizar esta comunidade, levando-a a “reencontrar a centralidade perdida”, aproveitando a localização estratégica e tornando-a uma referência para esta região diocesana. A diocese confia à nova equipa agora constituída um estatuto semelhante ao de uma “task force”, uma força operacional capaz de crescer e irradiar para outras zonas. A missão não será fácil, mas o objectivo é fazer desta populosa vila um centro dinâmico e dinamizador. Para isso, concluiu, será necessária a presença e disponibilidade de todos os moimentenses.

No final da celebração, o Pe. Diamantino teve uma palavra para todos os presentes e manifestou a sua vontade e empenho em corresponder às espectativas e mostrando-se disponível para servir todos.

JD, in Voz de Lamego, ano 85/43, n.º 4330, 22 de setembro

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: