Arquivo

Archive for 29/07/2015

Diocese em festa para acolher a Virgem Peregrina de Fátima

DSC_9505

Em pleno domingo do dia 26 de Julho a diocese de Lamego recebeu com júbilo a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima, tendo como porta de entrada a Zona Pastoral de Vila Nova de Foz Côa, como o nosso Bispo aludiu na sua homilia, à Virgem Mãe como a Senhora de ao pé da Porta, neste domingo foram as terras do Douro Superior a porta para esta grande jornada que a Imagem Peregrina vai empreender na nossa tão estimada Diocese.

Até ao limite da Diocese de Bragança-Miranda, estiveram presentes uma grande delegação com cruzes, bandeiras, para fazer a transição, vindo o pastor desta diocese o Sr. D. José Cordeiro fazer a entrega à nossa Diocese.

Já em terras da nossa diocese a Imagem foi recebida pelo pároco da paróquia de Nossa Senhora do Pranto de Vila Nova de Foz Côa o Sr. P.e António Ferraz, pelo Sr. Arcipreste Sr. P.e Basílio Firmino, pelo Assistente Diocesano do Movimento da Mensagem de Fátima o Sr. P.e Vasco Pedrinho, a direção do Secretariado Diocesano da Mensagem de Fátima, bem como uma considerável multidão de fiéis que quiseram acorrer para saudar a Mãe.

Aguardavam a chegada da Imagem Peregrina, uma multidão de fiéis oriundos das quinze paróquias da Zona Pastoral de Foz Côa, na Avenida Gago Coutinho e Sacadura Cabral entre aplausos e júbilo redobrado por ver a chegada da Mãe.

Deu-se inicio à procissão rumo à praça do Município onde aguardavam também um grande número de fiéis. Organizou-se o cortejo de entrada para a Celebração da Eucaristia Presidida pelo nosso Bispo D. António Couto, estiveram ainda presentes o Sr. D. Jacinto Botelho, Bispo Emérito da nossa Diocese, o Sr. Vigário Geral Monsenhor Joaquim Rebelo, o Sr. Pro Vigário geral P.e João Morgado, bem como todos os Párocos das Paróquias da Zona Pastoral.

Para esta efeméride estiveram envolvidas muitas pessoas, instituições do concelho e fiéis devotos que quiseram embelezar de forma impar a cidade, janelas e varandas engalanadas, ruas com passadeiras de flores, só as gentes que mais amam devotam esse mesmo amor no que fazem, pode-se dizer que aqui se assistiu a um testemunho de amor profundo pela Mãe Virgem Peregrina que não se cansa de visitar e estar com os seus filhos.

No final da Celebração os Senhores Bispos em frente da Imagem Fizeram o Ato de Consagração a Nossa Senhora de Fátima, terminando com um pedido de que a Sua presença nesta zona pastoral seja motivo para que a sua mensagem de Amor, de Fé e de Alegria fique impresso nos corações de todas as famílias, doentes, crianças, jovens e idosos.

Pelas 22 horas realizou-se a procissão das velas com um mar de gente iluminando a cidade de Foz Côa com as suas velas acesas.

No dia 27 de julho pelas 9 horas rezou-se a oração de Laudes e às 11 horas a celebração da Eucaristia com a presença do párocos da zona pastoral.

Às 16 horas teve inicio a recitação do Terço, de seguida o rito do Adeus a Nossa Senhora de Fátima e a sua partida para a zona pastoral de São João da Pesqueira.

Padre António Ferraz, in Voz de Lamego, ano 85/27, n.º 4324, 28 de julho

Nomeações de D. António Couto para o ano pastoral 2015-2016

Imagem1

Nota da Vigararia Geral

DIOCESE DE LAMEGO

A Vigararia Geral informa que o Sr. D. António José da Rocha Couto, Bispo da Diocese de Lamego, procedeu às seguintes dispensas e nomeações:

  • Rev. Pe. Joaquim Correia Duarte, DISPENSADO da paroquialidade de São João Batista de Miomães e da Capelania de Caldas de Aregos, mantendo a paroquialidade de São Miguel de Anreade, na Zona Pastoral de Resende;
  • Rev. Pe. António de Almeida Morgado, DISPENSADO da paroquialidade de Santa Leocádia de Travanca, na Zona Pastoral de Cinfães, mantendo as outras funções que já exerce;
  • Rev. Pe. José Augusto Rodrigues Cardoso, DISPENSADO da paroquialidade de São Martinho de Fornelos, na Zona Pastoral de Cinfães, mantendo as outras funções que já exerce;
  • Rev. Pe. Luís Pedro Macedo Almeida Costa, DISPENSADO da paroquialidade de S. Martinho de Moimenta, na Zona Pastoral de Cinfães, mantendo as outras funções que já exerce;
  • Rev. Pe. Abel Rodrigues Costa, DISPENSADO da função de Director Espiritual do Seminário de Nossa Senhora de Lurdes de Resende, mantendo as outras funções que já exerce;
  • Rev. Pe. Joaquim Manuel Silvestre, DISPENSADO da paroquialidade de São João Batista de Avões e de São Pedro de Samodães, mantendo a paroquialidade de Nossa Senhora das Candeias de Ferreiros, no Arciprestado de Lamego;
  • Rev. Pe. José Alfredo Gonçalves Patrício, DISPENSADO da paroquialidade de Nossa Senhora da Conceição de Cujó, do Divino Espírito Santo de Monteiras e de Nossa Senhora da Apresentação de Moura Morta, na Zona Pastoral de Castro Daire, mantendo os restantes encargos no Tribunal Interdiocesano, e NOMEADO para estudos de Ciclo III (Doutoramento) de Direito Canónico;
  • Rev. Pe. Germano Carlos Nunes Cardoso, DISPENSADO da paroquialidade de Santa Luzia de Feirão, e nomeado Pároco de São João Batista de Miomães e da Capelania de Caldas de Aregos, na Zona Pastoral de Resende;
  • Rev. Pe. Diogo Pereira Filipe, NOMEADO Pároco de Santa Luzia de Feirão, Zona Pastoral de Resende, mantendo as outras funções que já exerce;
  • Rev. Pe. José Miguel Loureiro Almeida, DISPENSADO da paroquialidade de Santa Cruz de Alvarenga, na Zona Pastoral de Cinfães, e de Santa Maria de Cabril, na Zona Pastoral de Castro Daire; NOMEADO membro da Equipa Formadora do Seminário de Nossa Senhora de Lurdes de Resende, membro do Departamento Diocesano da Pastoral Vocacional e membro do Serviço Diocesano da Promoção Vocacional e Pré-Seminário;
  • Rev. Pe. Miguel dos Santos Patrício Peixoto, NOMEADO Director Espiritual no Seminário de Nossa Senhora de Lurdes de Resende, mantendo as outras funções que já exerce;
  • Rev. Pe. Vítor Manuel Teixeira da Silva, NOMEADO Pároco de São João Batista de Avões e de São Pedro de Samodães, no Arciprestado de Lamego;
  • Rev. Pe. Jorge Henrique Gomes Saraiva, NOMEADO Pároco de Santa Cruz de Alvarenga, na zona pastoral de Cinfães, e de Santa Maria de Cabril, na Zona Pastoral de Castro Daire, mantendo as outras funções que já exerce;
  • Rev. Pe. Diamantino José Alvaíde Duarte, NOMEADO nomeado Pároco in solidum, com função de Moderador, de Santo Adrião de Cabaços e de S. João Baptista de Moimenta da Beira, na Zona Pastoral de Moimenta da Beira, juntamente com o Rev. Pe. Manuel Adelino Ramos Abrunhosa;
  • Rev. Pe. Fabrício António Pinheiro Correia, NOMEADO Pároco de São Martinho de Fornelos, São Martinho de Moimenta e Santa Leocádia de Travanca, na Zona Pastoral de Cinfães;
  • Rev. Pe. Valentim Manuel Moreira Fonseca, NOMEADO Pároco de Nossa Senhora da Conceição de Cujó, Divino Espírito Santo de Monteiras e Nossa Senhora da Apresentação de Moura Morta, na Zona Pastoral de Castro Daire;
  • Rev. Pe. Manuel Carlos Pereira Lopes, DISPENSADO do cargo de Presidente da Comissão Diocesana do Laicado e Família, e de Diretor do Departamento da Pastoral Familiar;
  • Rev. Pe. Paulo Jorge Pereira Alves, NOMEADO Presidente da Comissão Diocesana do Laicado e Família e Diretor do Departamento da Pastoral Familiar;
  • Rev. Pe. Ricardo Jorge Ribeiro Barroco, NOMEADO Responsável do Serviço Diocesano da Pastoral dos Ciganos.

A Diocese agradece a disponibilidade generosa de todos os sacerdotes e a sua inestimável dedicação aos vários ofícios eclesiais aos quais entregam a sua vida sacerdotal.

Lamego, 23 de Julho de 2015, na festa de S. Brígida, Padroeira da Europa

Mons. Joaquim Dias Rebelo

Vigário Geral da Diocese de Lamego

FECUNDIDADE SILENCIOSA | Editorial Voz de Lamego | 28 de julho

EditorialVL

O destaque principal da Voz de Lamego vai para a Visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima à Diocese de Lamego, tendo iniciado no dia 26 de julho, recebida em Foz Côa, e até ao dia 9 de agosto, saindo da Sé de Lamego para o Santuário de Nossa Senhora de Fátima.

O Pe. Joaquim Dionísio, Diretor da nossa Voz de Lamego, faz eco desta Visita às nossas gentes, com alguns desafios inerentes ao bom acolhimento, par nos levar a imitar os valores marianos.

FECUNDIDADE SILENCIOSA

A nossa diocese acolheu, no último domingo, a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima que percorrerá, até à tarde do próximo dia 09 de Agosto, as suas diversas zonas pastorais. Oportunidade para acolher quem continuamente vela por todos os que a invocam e dela esperam intercessão, mas também para expressar gratidão e aprofundar uma proximidade que se traduza em seguimento.

Entre o muito que se possa dizer, sempre aquém do que os crentes sentirão ao longo destes dias, é desejo comum que esta “passagem mariana” aumente a disponibilidade e a fecundidade de todos os diocesanos. Porque Maria ensina a dar tempo e espaço à semente que é lançada por Deus, a ser terra fecunda que acolhe e permite o crescimento, frutificando.

Maria, a humilde serva de Nazaré, a jovem que vive longe dos centros de decisão, integrada no grupo das gentes aparentemente insignificantes, torna-se a escolhida por Deus para colaborar de forma singular no projecto salvífico. A sua disponibilidade para acolher a Palavra, traduzida num sim contínuo, é condição para a fecundidade da sua vida.

Uma fecundidade que não é sinónimo do activismo que se observa e experimenta nos dias que correm, onde o destaque pertence ao fazer e ao produzir. Um activismo que pode marcar a vida dos baptizados, das comunidades e da Igreja, levando a olhar a realidade eclesial como algo a planear e a produzir. A Igreja não é um produto feito, muito menos uma criação e produção nossa, mas sim a semente viva de Deus que quer crescer e amadurecer.

A fecundidade acontece quando a Igreja se torna terra sagrada para a Palavra. Ser terra fecunda resultará também de sermos seres expectantes, interiorizados, seres que, na fecundidade da oração, do desejo e da fé, criam espaço ao crescimento.

 in Voz de Lamego, ano 85/27, n.º 4324, 28 de julho

Categorias:Uncategorized