Arquivo

Archive for 08/07/2015

Movimento da Mensagem de Fátima | RETIRO DIOCESANO

7U0A0094

O  MMF da Diocese de Lamego, vai realizar o seu Retiro Diocesano no dia 11 de julho, no Seminário Maior de Lamego.

Todos os mensageiros estão convidados, no entanto o convite é extensivo a todos aqueles que queiram fazer uma pausa no seu dia a dia e viver momentos de silêncio, oração, reflexão e reconciliação com Deus, consigo próprio e com os irmãos. O tema escolhido é “Santificados em Cristo, confiamos na Sua misericórdia” e será orientador o Senhor Padre Vasco Pedrinho, Assistente do Movimento.

O retiro acontece num tempo em que os dias são mais longos e para que não fiquem mais de um dia fora de vossas casas, vamos fazer um programa para um só dia, esperando que todos possam estar presentes. Aos mensageiros pedimos que façam um esforço por convidar um familiar, um amigo ou vizinho. Não se esqueçam de convidar os jovens, alguns deles já estão de férias e será um dia diferente nas suas vidas.

PROGRAMA DO RETIRO:

08:30 – Chegada e acolhimento

09:00 – Oração da manhã

09:30 – Reflexão

10:30 – Intervalo

11:00 – Reflexão partilhada (em grupos)

12:30 – Almoço

14:00 – Terço

15:00 – Reflexão

16:00 – Merenda

16:30 – Confissões

17:30 – EUCARISTIA

18:00 – Adoração ao Santíssimo

18:30 – Regresso a casa

O Secretariado Diocesano, in Voz de Lamego, n.º 4320, ano 85/34, de 7 de julho de 2015

ESCADÓRIO DOS REMÉDIOS | Restauro oportuno

IMGP9032

O escadório que une a cidade ao centro do Santuário de Nossa Senhora dos Remédios é uma das principais imagens de Lamego, tal como ainda recentemente se comprovou, aquando da divulgação do Dia de Portugal nesta cidade. E todos nos alegramos com isso, pois trata-se de uma obra que faz justiça ao empreendedorismo e bom gosto das nossas gentes, realçando a fé e a devoção deste povo que se acolhe à intercessão maternal de Maria.

Como sempre acontece com as obras humanas, a passagem do tempo e a acção menos pensada de alguns desocupados exigem, de vez em quando, obras de restauro e manutenção. E é isso que tem vindo a acontecer, para satisfação de quantos por ali passam ou observam de longe. Nos últimos tempos têm sido vários os trabalhos e melhorias a assinalar, com destaque para a iluminação colocada e para a limpeza e arranjo da alvenaria.

Por isso, aqui fica uma palavra de louvor aos promotores e responsáveis por tais melhoramentos. Trata-se de um investimento que permite a Lamego ficar mais atraente e reforçar o título de “cidade verde”, atraindo mais turistas e oferecendo qualidade de vida a todos quantos residem por aqui.

JD, in Voz de Lamego, n.º 4320, ano 85/34, de 7 de julho de 2015

MISSÃO E PROXIMIDADE | Editorial Voz de Lamego | 7 de julho

Editorial_7julho2015

A edição desta semana, como não poderia deixar de ser, abre com a Ordenação do Fabrício e do Valentim, na Sé Catedral, no passado dia 5 de julho. Além do destaque na primeira páginas, outras páginas dedicadas a esta celebração importantíssima na vida dos ordenados, suas famílias e comunidades, mas também de toda a Igreja em Lamego.

O Editorial do nosso Diretor, Pe. Joaquim Dionísio ambienta e sublinha este acontecimento, balizando a ordenação e o sacerdócio entre a missão e a proximidade:

MISSÃO E PROXIMIDADE

A ordenação sacerdotal, culminar de uma caminhada formativa e de discernimento, é sempre um momento decisivo para quem se dispõe a seguir e a servir o Senhor, mas também de alegria para a Igreja que pede a sua ordenação e para o presbitério que cresce com os novos membros.

Por isso, é sempre oportuno agradecer tal graça ao Senhor da Messe, suplicando-Lhe que acompanhe os sacerdotes, cooperadores dos bispos, e os ajude a viver, com alegria, o serviço ao Povo de Deus.

A propósito da exigente missão dos padres, o Decreto conciliar sobre o “Ministério e a Vida dos Sacerdotes” (PO), recorda que estes são “testemunhas e dispensadores duma vida diferente da terrena”, mas só poderão servir os homens se não permanecerem “alheios à sua vida e às suas situações” (PO 3). O seu ministério exige “que não se conformem a este mundo”, mas, “como bons pastores”, tudo devem fazer para conhecer e trazer todos para o “redil de Cristo”. Daí que o título dado ao próximo Simpósio do Clero, “Padre, Irmão e Pastor” revele uma oportunidade sempre actual: a proximidade humana é condição para a missão de pastor.

O número já citado do documento conciliar, partindo do que escreveu S. Paulo (Fil 4, 8), convida os presbíteros a protagonizarem determinadas virtudes “que se apreciam no convívio humano” (bondade, sinceridade, fortaleza de alma, constância, cuidado assíduo da justiça, delicadeza) e que muito contribuirão para o concretizar da missão de pastor, cujo objectivo será “levar todos a ouvir a voz de Cristo e haja um só rebanho e um só pastor”.

Alegramo-nos com a ordenação dos Padres Fabrício e Valentim e acreditamos que, no serviço à Igreja, vão atingir, “com o seu ministério e a sua vida, a glória de Deus Pai em Cristo” (PO 2).

in Voz de Lamego, n.º 4320, ano 85/34, de 7 de julho de 2015