Início > D. António Couto, Evangelho, Eventos, Formação, Seminários > Encontro de Ministros Extraordinários da Comunhão, em Resende

Encontro de Ministros Extraordinários da Comunhão, em Resende

11391535_1027643930596686_5644914281485517027_n

No passado sábado, dia 6 de junho, teve lugar no Seminário de Nossa Senhora de Lourdes – Resende o XI Encontro de Formação para Ministros Extraordinários da Comunhão e Leitores. O encontro contou com um número de 114 participantes de diversas paróquias da diocese.

Depois do acolhimento foram expostas duas reflexões, no sentido de ir ao encontro do lema da Diocese (“Ide e construí com mais Amor a Família de Deus”)  para este ano Pastoral, centradas sobre o tema da Família: “Falar da Família hoje” e “Família: Comunidade de Amor”, expostas por Monsenhor José Fernando Bouça Pires e pelo Pe. Vasco Pedrinho, respetivamente.

A família que realiza a sua missão é capaz de realizar uma sociedade muito mais feliz. Para tal tem de haver uma abertura a Deus no seio de cada família no sentido de melhor se construir uma comunidade de Amor. Certo é que, aquilo que dá força à família no cumprimento da sua missão é o Amor, pois sem este Amor a família não é, verdadeiramente família, como referia o Rev. Pe. Vasco, pois ninguém é feliz se não amar e se não for amado.

Depois da refeição e de um simples e singelo convívio celebramos a Eucaristia, presidida pelo nosso bispo, D. António Couto, celebrando a Eucaristia Vespertina da Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Jesus, o senhor bispo, referia que “o ministro da comunhão tem de se comprometer com O Cristo que transporta consigo. Não basta saber isto… saber é nada. Mas é importante implicarmo-nos naquilo que estamos a fazer, naquilo que estamos a viver”. O Senhor bispo continuava afirmando: “quando levais o Senhor até às pessoas doentes e até aos mais fracos da vossa comunidade, vós transportais o lume que nos queima e nos alimenta” e ainda “a vossa tarefa é extraordinária e excecional, é uma missão belíssima. Importa pois implicar a nossa vida nesta missão, implicar o corpo na totalidade desta missão que a todos nós é confiada”.

Gostaria de terminar este breve apanhado com uma bonita oração escrita pelo Monsenhor Bouça Pires, no ano de 1995, ano dedicado à família: “Pai santo, nós vos louvamos, pois à Vossa semelhança nos criastes em família. Vós nos enviastes o Vosso Filho Jesus Cristo que nos deu a conhecer o Vosso eterno amor e nos abriu as portas da vida. Ele nos enviou o Espírito Santo que continua a assistir a Vossa Igreja. Pela intercessão de Maria Vos pedimos que abençoeis as nossas famílias, as livreis de todos os perigos, as guardeis na unidade e na paz. Guardai também os esposos na fidelidade e protegei e abençoai os seus filhos. Amparai todas as famílias em dificuldade, dando-lhes pão, saúde e alegria. Defendei de todos os perigos os lares cristãos e ajudai-os nas suas tarefas de educadores. Fazei-nos sentir que somos todos chamados à santidade de vida e a sermos testemunhas do Vosso amor ao mundo. Sagrada Família de Nazaré, protegei, guardai e defendei a nossa família e todas as famílias do mundo. Ámen”.

Diác. Fabrício Pinheiro, in Voz de Lamego, n.º 4317, ano 85/30, de 9 de junho de 2015

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: