Arquivo

Archive for 06/06/2015

DIA DA FAMÍLIA DIOCESANA – CARTAZ

cartaz DIA DA FAMILIA DIOCESANA

Primeira edição do DIA DA FAMÍLIA DIOCESANA. realiza-se na carreira central do Santuário de Nossa Senhora Senhora dos Remédios no próximo dia 27 de junho de 2015, com alguns horários já conhecidos:

9h30 – Acolhimento

10h00 – Caminhada do CTOE à Carreira Central

Auto da Família

12h30 – Celebração da Eucaristia

13h30 – Partilha de Farnéis

Tarde mais lúdica… música… Jograis… canções…

16h00 – Celebração mariana / Celebração do Envio

Estas as informações já disponíveis. Haverá tendas temáticas, dedicadas aos Arciprestados, Paróquias, Consagrados, Seminários, Secretariados, Escuteiros… Haverá também “tasquinhas”, facilitando no “comes e bebes”.

POR UM AMOR MAIOR

Mesa de palavras

1. «Se escutardes bem a minha voz e guardardes a minha aliança (…), sereis para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa» (Êxodo 19,5-6), propõe o próprio Deus, por intermédio de Moisés, ao povo de Israel chegado HOJE e HOJE acampado no sopé do Sinai (Êxodo 19,1-2). Como nos propõe HOJE a nós, acampados em Lamego. A proposta-promessa de Deus de transformar Israel num povo sacerdotal e santo é condicional: se escutardes a minha voz, se guardardes a minha aliança. Considerada atentamente a proposta-promessa de Deus, o povo de Israel responde que «sim», resposta unânime e sem hesitação, afirmando sob palavra de honra: «Tudo o que o Senhor falou, nós o faremos» (Êxodo 19,8). Este «faremos» do povo aparece consolidado mais à frente, no texto do Livro do Êxodo que hoje tivemos a graça de ler e de ouvir, em que o povo afirma…

View original post mais 1.075 palavras

Categorias:Uncategorized

Congregação Missionárias Reparadoras do Sagrado Coração de Jesus

Vida Consagrada

Vida Consagrada

A Congregação das Missionárias Reparadoras do Sagrado Coração de Jesus, tem a sua origem, no Porto, a 25 de Março de 1931, com a aprovação da Santa Sé e ereção canónica pelo então Bispo dessa Diocese, D. António Augusto de Castro Meireles. Por decreto da Congregação para os Religiosos e Institutos Seculares, obteve a aprovação pontifícia a 7 de Outubro de 1987.

A nossa Congregação, fundada por D. Moysés Alves de Pinho e D. Maria das Dores Pães de Sande e Castro (Madre Maria da S. Trindade), é um Instituto religioso de direito pontifício. As Irmãs emitem votos públicos de castidade, pobreza e obediência, têm vida comum e dedicam-se às obras apostólicas.

A reparação é a dimensão essencial do nosso carisma e a razão de ser da Congregação.

A Congregação encontra a sua inspiração original e a sua vitalidade no amor do Senhor, simbolizado pelo Seu Coração.

Com o espírito de identificação com Jesus Cristo, a Congregação tem por divisa as palavras de S. Paulo “Para mim viver é Cristo”.

A nossa missão principal é a evangelização, que consiste no anúncio da Boa Nova da Salvação.

No âmbito da ação evangelizadora da igreja, e porque a catequese tende a desenvolver a inteligência do mistério de Cristo, à luz da Palavra, a fim de que a pessoa toda seja por ela impregnada, dedicando-nos à catequese a todos os níveis etários.

A 28 de Outubro de 1950, vésperas de Cristo Rei, a pedido do Bispo da Diocese, D. João da Silva Campos Neves, as Missionárias Reparadoras do Sagrado Coração de Jesus, vieram para a Meda, dar continuidade à obra que a D. Maria do Carmo Lacerda Faria já tinha iniciado, tais como: Jardim Infantil, Escola de formação domestica e cantina. Em Outubro de 1975 deu-se início à valência da creche para todas as famílias da paróquia.

Mais tarde a nossa Fundadora (D. Maria das Dores Pais de Sande e Castro) fundou a Associação das Filhas de Maria Imaculada, grande fonte de espiritualidade para as raparigas.

Atualmente na paróquia a comunidade das Irmãs têm ao seu encargo, a catequese, os doentes, acólitos, leitores, grupos corais e jovens, ajudando-os assim a melhor se identificarem com Cristo e a empenharem-se com mais responsabilidade na igreja local à qual pertencem.

COMUNIDADE DE SÃO COSMADO

No dia 27 de Setembro, dia de São Cosme e São Damião, padroeiro desta paróquia, 4 irmãs das Missionárias Reparadoras do Sagrado Coração de Jesus, vieram para São Cosmado, formando assim a comunidade. As irmãs tinham a seu cargo crianças do jardim infantil, catequese a todos os níveis, a escola de formação e a doméstica.

Como naquela época havia muita pobreza, as Irmãs coziam fornadas de pão e assim era distribuído com a sopa dos pobres. As Irmãs também ajudavam aquela gente dando-lhes trabalho na quinta que possuíam, pagando-lhes o devido salário, era assim uma forma de ajudar toda aquela gente.

Uma das Irmãs trabalhava a tempo inteiro na pastoral, catequese a crianças, a adultos e a grupos de jovens em várias paróquias. Uma outra, trabalhava no Lar em Armamar para aí dar apoio aos idosos.

A casa das Irmãs tinha um bom espaço ao ar livre, por isso era muito procurada para retiros, onde jovens e outros grupos procuravam usufruir desse espaço para oração e reflexão.

Atualmente as Irmãs dedicam-se à catequese, acompanham grupos familiares e dão assistência aos doentes.

ANO DOS CONSAGRADOS

Fizeste-me para Ti, Senhor,
Infinito é o Teu Amor!
Deste-me a vida
E és o meu Pão de cada dia.
Louvar-Te quero sem cessar,
Irradiar Tua Paz e Tua Luz,
Doar-me inteiramente, ó Jesus,
Ao mais pequenino.
Dizer-lhe do coração:
Estou contigo, meu irmão.
Para que todos tenham Vida.
Irmã Otília Cerveira, RSCM

in Voz de Lamego, n.º 4316, ano 85/29, de 2 de junho de 2015