Início > Ano da Vida Consagrada, Eventos, Notícias > VIDA CONSAGRADA > Ano de gratidão, paixão e esperança

VIDA CONSAGRADA > Ano de gratidão, paixão e esperança

logotipo_VC2015_portugal

Desde o I Domingo do Advento do presente ano litúrgico (30 de Novembro de 2014) e até ao Dia do Consagrado de 2016 (02 de Fevereiro), a Igreja vive o Ano da Vida Consagrada. Sabemos que todos os baptizados são consagrados ao Senhor, mas neste ano olhamos, sobretudo, para todos quantos se consagraram a Deus com os votos de pobreza, castidade e obediência. No nosso jornal, hoje e em muitas outras edições, queremos fazer eco desta iniciativa eclesial, dando graças a Deus por este dom, procurando apresentar e divulgar a realidade da Vida Consagrada na nossa diocese.

Os consagrados são um dom para a Igreja, mas também uma graça para a Humanidade: pela oração que continuamente dirigem ao Pai, pelo anúncio evangélico que transmitem e pelo testemunho que não cessam de protagonizar. E se dúvidas persistem bastará abrir os olhos e contemplar o percurso e os feitos de tantos e tantas que, animados por carismas recebidos, viveram “fazendo o bem”. E rapidamente concluiremos que o mundo ficaria mais pobre sem a sua oração, o seu apostolado e a sua caridade.

Contexto

Perto do fim de Novembro de 2013, no final de um encontro com os Superiores gerais, o Papa Francisco anuncia a sua intenção de dedicar 2015 à vida consagrada. Para esta decisão terão contribuído alguns factores:

– os 50 anos (2014) da Constituição Lumen Gentium (Sobre a Igreja) do Concílio Vaticano II, cujo capítulo VI é dedicado aos Religiosos;

– os 50 anos (2015) do Decreto Perfectae Caritatis, do mesmo concílio, sobre a Vida Religiosa;

– o facto de termos um Papa oriundo de uma família religiosa, também ele um consagrado;

– dar visibilidade a esta realidade eclesial, divulgando carismas e propondo estilos de vida actuais;

– o assinalar dos 500 anos do nascimento de Santa Teresa d’Ávila;

– sublinhar a importância e o contributo da Vida Consagrada na evangelização sempre a fazer-se.

Uma solene vigília de oração presidida pelo Papa, na Praça de S. Pedro, no dia 29 de Novembro último marcou o início deste ano que ficará marcado por diversas iniciativas.

Contributos

Após o anúncio papal, a Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica publicou uma Carta, uma circular, no dia 02 de Fevereiro de 2014, intitulada “Alegrai-vos”. Ali se sublinha a importância do testemunho num tempo nem sempre fácil e numa sociedade nem sempre acolhedora, na certeza de que a alegria verdadeira vem de Deus e que o encontro com Ele anima e provoca movimento. Um testemunho e uma missão que passam, quase sempre, por “levar o sorriso de Deus” aos homens, promovendo uma proximidade que gera encontro e contribui para que o outro também se aproxime de Deus.

A mesma Congregação publicou uma segunda Carta, no dia 08 de Setembro de 2014, intitulada “Perscrutai. Aos Consagrados e Consagradas no caminho dos sinais de Deus”. Mais uma vez, o convite para escutar, porque só quem escuta é capaz, depois, de anunciar profeticamente, por palavras e em gestos, a fé que o anima e o Deus que o chama. E lembra a todos que a fraternidade é um “lugar teologal”, exemplificando com a parábola do Bom Samaritano que observa, se aproxima e cuida, exemplificando uma “paixão pela humanidade” que a ninguém deve ficar indiferente. Mas a Carta não deixa de ter presentes as dificuldades. Procurando animar os destinatários, recorda a viagem do Povo de Deus pelo deserto e as dificuldades do profeta Elias. Estes dois ícones bíblicos lembram a contínua presença de Deus junto do seu Povo, quer na nuvem quer na brisa, guiando, fortalecendo, alimentando…

Os bispos portugueses tornaram pública, no dia 13 de Novembro de 2014, uma Nota Pastoral sobre o Ano da Vida Consagrada, intitulada «Chamados a levar a todos o abraço de Deus», fórmulas de Oração dos Fiéis para todo o ano e outras sugestões a ter em conta em todas as dioceses e Institutos. Também se assumiu que o Ano do Consagrado terminará em Fevereiro de 2016 com uma grande Peregrinação Nacional a Fátima.

Na festa da Apresentação de Nossa Senhora no Templo, 21 de Novembro de 2014, o Papa Francisco endereçou uma Carta Apostólica “às pessoas consagradas para proclamação do Ano da Vida Consagrada.

Objectivos

Na referida Carta, o Papa apresenta três objectivos para o Ano da Vida Consagrada, que aqui se apresentam resumidamente e que motivarão, em breve, outros artigos:

– olhar com gratidão o passado, para contemplar a acção de Deus, recordar os inícios e o desenvolvimento histórico de cada família carismática;

– viver com paixão o presente, escutando o que o Espírito diz hoje à Igreja e fomentando a comunhão;

– abraçar com esperança o futuro, sem esconder as dificuldades, mas vigilantes e cheios de esperança n’Aquele em quem pusemos a confiança.

O Papa apresenta, em seguida, as suas expectativas quanto a esta iniciativa, ao mesmo tempo que apresenta os destinatários, o horizonte, do presente Ano.

Pe. Joaquim Dionísio, in VOZ DE LAMEGO, n.º 4295, ano 85/08, de 6 de janeiro de 2015

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: