Início > Eventos, Formação, Notícias, Testemunho > 39.º CURSILHO DE SENHORAS | Ecos

39.º CURSILHO DE SENHORAS | Ecos

CursilhoDe 27 a 30 de Novembro realizou-se, na Casa de Retiros de S. José o 39º Cursilho de Cristandade – Senhoras, da nossa diocese. Foram dezoito as participantes a viver o curso pela primeira vez, para além dos membros da equipa animadora. Foram três dias de convívio, oração e reflexão intensamente vividos pelas trinta e três pessoas nele envolvidas. Em jubilar constituiu por si mesmo mais um sinal positivo e estimulante num caminho já percorrido e consolidado, mas com muito ainda a oferecer ao nosso espaço eclesial. A diversidade de locais de origem das participantes, e o entrosamento de idades na equipa animadora tornam-nos mais fortes na certeza de que este testemunho evangelizador está a passar para as gerações mais novas.

O encerramento do Cursilho decorreu na Sé Catedral de Lamego, na tarde de domingo, dia 30, em assembleia aberta. Com uma moldura humana bastante significativa e acolhedora foram calorosamente partilhados os testemunhos de quem viveu uma experiência feliz. Pudemos ouvir palavras como estas:

“Não tenho palavras. A fé que tinha não era a que conheci aqui. Cristo é muito mais do que eu pensava. Sinto-me feliz, aliviada. Cristo já estava em mim… Mas agora está mais. Sinto-O muito na proximidade do Sacrário. Não O vou deixar a Ele, nem Ele a mim…”.

O próximo Cursilho de Cristandade (para Homens) está previsto para se realizar de 29 de Janeiro a um de Fevereiro.

Pe. José Melo


A MARAVILHA DE UM CURSILHO DE CRISTANDADE

Decorreu entre os dias 27 e 30 de Novembro, na Casa de São José, o 39.º Cursilho de senhoras da Diocese de Lamego.

O Cursilho é sempre um momento de aprofundarmos a nossa fé,  de reconhecermos que somos Igreja, onde devemos ser pedras vivas,  militantes e actuantes,  no nosso metro quadrado.

Cursilho2O encontro com Cristo, no Sacrário, trouxe às participantes uma felicidade inigualável. A celebração da Missa da Unidade foi vivida com muita intensidade fazendo   brotar  lágrimas de imensa alegria. Essa experiência permitiu que todas reconhecessem  que,  como  cristãs, jamais   poderão passar sem Eucaristia, que é o mais sublime momento de encontro com Cristo e com os irmãos.

Sempre que nos deixamos seduzir por Cristo,  quanto mais nos aproximamos mais o seu Amor nos fascina. De facto, o Senhor é infinitamente Bom e  Misericordioso, não é tirano nem castigador . Tudo  isso foi percebido por todas as cursilhistas que, à medida que decorriam os dias, ficavam cada vez mais dominadas por um deslumbramento inexplicável.

Os muitos problemas que carregavam foram sendo esquecidos em vários momentos, mas sobretudo na sua Reconciliação. Sentiu-se que Cristo lhes segredava como aos apóstolos« Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e aliviar-vos-ei»(Mt 11,28).

Na verdade, o Espírito Santo, esteve em força, naqueles dias, na Casa onde S. José é venerado e conseguiu uma verdadeira transformação, servindo-se da pobreza da equipa reitora e dos diretores espirituais. A confirmá-lo os belos testemunhos na nossa Sé catedral, onde decorreu a clausura.

No interior do templo esperavam-nos vários cursilhistas, as famílias das novas participantes bem como párocos das respetivas comunidades. De seguida, todas participaram na Eucaristia, juntamente com os demais paroquianos da Sé.

 Que  todas as que fizeram esse verdadeiro encontro com o Senhor  sintam a ajuda dos irmãos nos dias em que  o Sol brilhar com menos intensidade.

Em  nome da equipa reitora e de todas as que participaram na descoberta de Cristo nesses dias queremos agradecer a quem orou ao Senhor por nós. Também  estamos gratos a quantos, em nome de Cristo, convidaram as irmãs a fazerem um cursilho.  A todos o Senhor  compensará.

Em jeito de conclusão queria deixar este testemunho: Quando nos deixamos tocar por Ele  brotam em nós hinos de louvor e acção  de graças, por todas as maravilhas, que sem nos apercebermos, Deus vai fazendo em nós.

De Colores

 Maria Benilde Rodrigues, Membro da Equipa Animadora

in VOZ DE LAMEGO, n.º 4292, ano 84/54, de 9 de dezembro de 2014

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: