Arquivo

Archive for 12/12/2014

D. António Couto na Visita Pastoral em São Cosmado

S.CosmadoNos dias vinte e oito, vinte e nove, e trinta do mês de novembro de dois mil e catorze, o Sr. Bispo, D. António, deslocou-se, em visita pastoral, à paróquia de São Cosmado, tendo reunido com os vários elementos, grupos, associações e entidades desta comunidade (Cardais, Lapinha, Contim e São Cosmado).

Com o objectivo de proceder à preparação da visita, o Pároco, Pe António Lemos, deslocou-se a Lamego para falar da sua paróquia e apresentar, em traços gerais, o plano de atividades que vem desenvolvendo e, ainda, acertar, com o Sr Bispo, a vivência dos dias da sua visita pastoral. Nesse âmbito, foi abordada a realidade geográfica da paróquia:São Cosmado – Igreja paroquial  de S. Cosme e Damião; Contim – capela de Nª Sª dos Milagres; Cardais – capela de  S. João; Lapinha – capela de S. Francisco e a realidade Povo de Deus. Elencaram-se, igualmente, algumas das atividades que poderiam ter lugar:

Em S. Cosmado – encontro com os colaboradores de toda a paróquia, associações e outras entidades,visita ao lar idosos e aos doentes, esta última, na casa de família; encontro convívio com os crismandos; visita às Irmãs Reparadoras do Sº Coração de Jesus; em Contim , Celebração da Eucaristia, sábado, seguida de convívio; em Cardais e Lapinha – encontro com Povo de Deus nas suas capelas; cerimónia  do dia 30 novembro; envio, em missão, dos colaboradores aos diversos setores de serviço da paróquia.

Posteriormente, foi elaborado o programa/guião que teve em conta a formação global das pessoas: crismandos, padrinhos, pais, jovens, adultos e a reavaliação da vida dos movimentos e grupos paroquiais e que contemplava as seguintes iniciativas:

Assim, no dia 28, o sr Bispo encontrar-se-ia, em S. Cosmado,com os colaboradores dos quatro povos; comos Crismandos, visitaria o Lar de idosos, as casas de alguns doentes, a ”Obra de Formação Moral dos Pobres”, a Junta de Freguesia e os lugares de Cardais e Lapinha.

No dia 29, deslocar-se-ia a Contim onde celebraria a Eucaristia pelas 16:30horas, seguindo-se um encontro convívio.

 No dia 30, os paroquianos compareceriam no largo Gomes Teixeira para a receção  ao Sr. D. António. Daí, partindo, em procissão, para a igreja, onde, unidos em comunhão com Cristo, celebrariam a Eucaristia.

Neste âmbito, feito um apelo à oração em família para que a presença do Sr. D. António fosse, para todos, um tempo de dom e de graça, onde todos se sintissem disponíveis e alegres no acolhimento dos apelos de Deus para que a luz da fé nunca se apague, alimentada com a escuta da palavra, a eucaristia, a oração e a prática da caridade e do amor.

Foi referida a importância da presença do Senhor Bispo, D. António, pois, este, recorda-nos que, todos nós, paroquianos de S. Cosmado, somos uma pequena parcela  de toda a igreja diocesana, sendo ele o sinal visível da unidade e da comunhão de uma diocese.

S.Cosmado-contim2De facto, os dias indicados constituir-se-iam como momentos particulares, pois haveria a oportunidade de dialogar com as pessoas, conhecer a realidade local, os nossos anseios, aspirações, dificuldades, projetos, esperanças e alegrias, ao mesmo tempo que se daria a conhecer. Era fundamental que os encontros, convívios e atividades agendadas passassem da convivência humana  a uma convivência ao nível da fé,  Para isso, era imprescindível que todos aceitassem o estímulo para crescer na fé, dispondo-se a frequentar as escolas de vivência da fé,participando unidos e em comunhão uns com os outros, tornando mais viva esta pertença comum à mesma família.

 

Pe. António Lemos, in VOZ DE LAMEGO, n.º 4292, ano 84/54, de 9 de dezembro de 2014

39.º CURSILHO DE SENHORAS | Ecos

CursilhoDe 27 a 30 de Novembro realizou-se, na Casa de Retiros de S. José o 39º Cursilho de Cristandade – Senhoras, da nossa diocese. Foram dezoito as participantes a viver o curso pela primeira vez, para além dos membros da equipa animadora. Foram três dias de convívio, oração e reflexão intensamente vividos pelas trinta e três pessoas nele envolvidas. Em jubilar constituiu por si mesmo mais um sinal positivo e estimulante num caminho já percorrido e consolidado, mas com muito ainda a oferecer ao nosso espaço eclesial. A diversidade de locais de origem das participantes, e o entrosamento de idades na equipa animadora tornam-nos mais fortes na certeza de que este testemunho evangelizador está a passar para as gerações mais novas.

O encerramento do Cursilho decorreu na Sé Catedral de Lamego, na tarde de domingo, dia 30, em assembleia aberta. Com uma moldura humana bastante significativa e acolhedora foram calorosamente partilhados os testemunhos de quem viveu uma experiência feliz. Pudemos ouvir palavras como estas:

“Não tenho palavras. A fé que tinha não era a que conheci aqui. Cristo é muito mais do que eu pensava. Sinto-me feliz, aliviada. Cristo já estava em mim… Mas agora está mais. Sinto-O muito na proximidade do Sacrário. Não O vou deixar a Ele, nem Ele a mim…”.

O próximo Cursilho de Cristandade (para Homens) está previsto para se realizar de 29 de Janeiro a um de Fevereiro.

Pe. José Melo


A MARAVILHA DE UM CURSILHO DE CRISTANDADE

Decorreu entre os dias 27 e 30 de Novembro, na Casa de São José, o 39.º Cursilho de senhoras da Diocese de Lamego.

O Cursilho é sempre um momento de aprofundarmos a nossa fé,  de reconhecermos que somos Igreja, onde devemos ser pedras vivas,  militantes e actuantes,  no nosso metro quadrado.

Cursilho2O encontro com Cristo, no Sacrário, trouxe às participantes uma felicidade inigualável. A celebração da Missa da Unidade foi vivida com muita intensidade fazendo   brotar  lágrimas de imensa alegria. Essa experiência permitiu que todas reconhecessem  que,  como  cristãs, jamais   poderão passar sem Eucaristia, que é o mais sublime momento de encontro com Cristo e com os irmãos. Ler mais…