Início > Formação, Jovens, Mensagem, Seminários, Testemunho, Vocações > 7 Seminaristas maiores | breve testemunho

7 Seminaristas maiores | breve testemunho

seminário

“A minha entrada no seminário é o início de um novo caminho. Um caminho que tem como objetivo de destino o sacerdócio, no serviço a Deus e a Sua Igreja. Nesse caminho não estou sozinho. Comigo caminham outros que como eu procuram o trilho certo para a felicidade, Jesus Cristo. Juntos, formamos uma família. Somos todos irmãos, apoiamo-nos uns aos outros perante as dificuldades e alegrarmo-nos sempre que a tristeza se tenta apoderar da alma. O trabalho é árduo e o caminho é longo, mas a grandeza do amor de Deus por nós é a nossa energia”.

João Pereira, I Ano | Freigil-Resende

“Tempo de Seminário é também, para além de muitas outras disposições, tempo de agradecer ao Senhor. Agradecer por aquilo que nos deu sem que nós lho tenhamos pedido, nomeadamente a vocação e agradecer por tudo aquilo que tantas vezes não nos dá, ainda que nós lho peçamos

Diogo Martinho, III Ano | Cotelo-Gosende

“A família é, sem dúvida, um dos pilares fundamentais para a caminhada do seminarista rumo ao sacerdócio. É a família, que mesmo longe (em termos físicos) está sempre presente nos nossos corações, por meio da oração. É com a força de Deus, dos amigos e da família que todos os dias renovo o meu “sim” e o que me leva a seguir o percurso indicado por Ele”.

Vítor Carreira, IV Ano | Queimadela

“O Seminário, na sua vivência não difere da primeira comunidade dos discípulos. Continua a ser não só um lugar de procura, um eco do primeiro encontro dos primeiros discípulos: «Mestre, onde moras?», mas também a resposta ao convite de Jesus para O seguir, caminhando com Ele ao encontro da humanidade. De facto, é através da oração, do estudo e das atividades pastorais, que o seminarista se prepara para se configurar com Cristo, Bom Pastor”.

Diogo Rodrigues, V Ano | Mases-Lazarim

“Um seminarista é um “desafiado” por Deus. Chamado para O seguir, enviado para Amar! Não deixemos de desafiar com as nossas palavras e atitudes aqueles com quem nos cruzamos. Padre? Porque não?”

Luís Rafael Azevedo, V Ano | Vila da Ponte

“Tem confiança, levanta-te Ele chama-te” (Mc 10, 49). Esta provocação feita ao cego Bartimeu conduziu que ele deixasse a beira do caminho para passar a fazer parte do caminho com Ele e com alegria “levantou-se de um salto e foi ter com Jesus” (Mc 10, 50). Tenhamos a mesma ousadia de Bartimeu”.

Ângelo, VI Ano | Vila Nova Souto D`El-Rei

“A Paróquia é a grande escola da família da fé. É através da simplicidade das pessoas que se manifesta a alegria do Evangelho. Agradeço a todas as paróquias que nos têm acolhido e ensinado a viver na humildade e no Amor”.

Joel, VI Ano | Granjal

in VOZ DE LAMEGO, n.º 4288, ano 84/50, de 11 de novembro de 2014.

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: