Início > Ano Pastoral, Editorial, Eventos, Família, Sínodo para a Família > APROFUNDAR PARA MUDAR | Editorial Voz de Lamego | 30-09-2014

APROFUNDAR PARA MUDAR | Editorial Voz de Lamego | 30-09-2014

VL_30-9-2014

No dia 27 de setembro, sábado, no Seminário Maior de Lamego, em Dia de Igreja Diocesana, a apresentação do Plano Pastoral Diocesano e a apresentação da Carta Pastoral de D. António Couto, Bispo desta nobre Diocese de Lamego. “Ide e construí com mais amor a Família de Deus”. É o tema da carta e o lema para o Ano Pastoral de 2014-2015. O jornal diocesano faz largo eco deste dia, publicando imagens, desenvolvendo a notícia e publicando a Carta Pastoral do nosso Bispo, alargando desta forma a possibilidade de mais pessoas terem acesso à convocação de D. António Couto.

Outro tema em destaque: a entrada nas paróquias do Pe. José Fonseca Soares e do Pe. Vítor Taveira. Também esta edição da Voz de Lamego faz eco do que vai acontecendo na região, na igreja e um pouco por todo o lado.  Por outro lado, várias reflexões, sob inspiração cristã, à procura de dar pistas, para dizer bem e bem fazer, para melhor viver.

O editorial desta semana faz-nos compreender o que significa o Sínodo dos Bispos que inicia no próximo domingo, cuja temática principal será a família.

Aprofundar para mudar

No próximo domingo, dia 05, no Vaticano e com participantes de todo o mundo, tem início o Sínodo sobre a família.

Ao serviço dos homens e mulheres de hoje e de sempre, a Igreja está particularmente atenta à família. Por isso a sua voz se faz ouvir, constantemente, para sublinhar a sua importância na vida de cada um e no todo da sociedade. E procura fazê-lo com realismo e confiança, denunciando profeticamente o que a atinge e demonstrando esperança nas capacidades humanas para fazer melhor. Porque a família é um bem universal que deve ser defendido e promovido, independentemente da fé que se professa ou da falta de fé que se assume.

No âmbito familiar, diante de tantas situações que geram desconforto pastoral, multiplica-se o refrão: “a Igreja tem que mudar o seu ensinamento e a sua prática!” Mas será que a Igreja poderá reescrever o Evangelho? Não. Mas pode aprofundar o conhecimento e interpretação do mesmo, bem como da circunstância histórica em que nos encontramos.

Por isso, “mudar”, na Igreja, significa aprofundar para conhecer. E conhecer mais proporciona seguir melhor. Daí que a esperança seja legítima, convictos de que o Espírito guia e assiste e que a Igreja reunida saberá interpretar os sinais e encontrar respostas. Este é o grande desafio de sempre: articular fidelidade doutrinal (estar junto de Deus) com criatividade pastoral (estar perto dos homens).

O próprio Papa desafiou, recentemente, o Cardeal W. Kasper a colocar questões sobre o assunto e a partilhá-las com Cardeais (Consistório). Nessa perspectiva, o Sínodo vai certamente debruçar-se sobre questões doutrinais, mas vai também estar ocupado em oferecer possibilidades e perspectivas pastorais: para trazer luz, abrir portas, fazer pensar, convidar à mudança e, sobretudo, apresentar um sentido.

Pe. Joaquim Dionísio, VOZ DE LAMEGO, 30 de setembro de 2014, n.º 4282, ano 84/44

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: