Arquivo

Archive for 20/06/2014

Iniciativas de Oração e reflexão – em outra voz, na Voz de Fátima

Imagem

“Em Lamego, na Casa de São José, nos dias 22 e 23 de maio, realizou-se o Retiro dos Mensageiros de Nossa Senhora de Fátima (MMF), orientado pelo assistente diocesano de Braga, padre Alberto Fonseca…

Cumpriu-se todo o programa proposto, incluindo a Santa Missa nos dois dias bem como a Adoração a Jesus Sacramentado e um momento para o Sacramento da Penitência.

Participaram cerca de oitenta pessoas e estivemos sempre acompanhados pelo novo assistente diocesano de Lamego, padre Vasco Pedrinho”.

Notícia: Voz de Fátima, n.º 1101, de 13 de junho de 2014

Verdade e Caridade – Editorial da Voz de Lamego

Imagem

Através deste blogue, a chamada de atenção para um texto, uma notícia, uma reflexão, do Jornal Diocesano Voz de Lamego, que sai às terças-feiras. O Editorial, da responsabilidade do seu Diretor, Pe. Joaquim Dionísio, dá o tom para cada uma das edições. Esta semana, dois pólos importantes no compromisso cristão: a verdade e a caridade.

VERDADE E CARIDADE:

A verdade, que somos convidados a seguir e a viver, precisa da companhia da caridade. Porque a liberdade, que eleva e proporciona caminhos de perfeição, não nos livra do risco do erro e da perdição. Separar ou promover a separação entre verdade e caridade pode não ser o melhor.

A história, antiga e recente, mostra-nos que uma verdade sem sentimento pode provocar sofrimento. Quantas vezes, até na vida da Igreja, a defesa da verdade não chegou ao extremo de tirar a vida ao que foi julgado e condenado por defender uma suposta mentira? Nos nossos dias, não se dizem defensores da verdade todos os fundamentalismos?

Por outro lado, protagonizar uma caridade (atenção e cuidado pelo outro) que não se esforça por denunciar o erro e corrigir o que está mal pode contribuir para a manutenção de situações que não libertam nem elevam.

Assim, é nosso dever articular a verdade com a caridade. Porque uma verdade sem sentimento pode destruir um percurso e impossibilitar um recomeço. Mas uma caridade que não procure apurar a verdade pode contribuir para a preservação do erro e das causas que o provocam.

Em Jesus Cristo, na sua pessoa e na sua missão, contemplamos a verdade que se aproxima para fazer ver, convidar e elevar, mas também a caridade que corrige, ampara e avança. A verdade que liberta tem por companhia a caridade que condena o erro, mas possibilita vida àquele que falha.

A Igreja, “perita em humanidade”, não cessa de anunciar e convidar o mundo para a verdade, partilhando uma mensagem de libertação e condenando tudo quanto atenta contra a dignidade humana.

A verdade é humanizada pela caridade e a caridade é exponenciada pela verdade.

Na edição escrita do Jornal Voz de Lamego têm acesso ao que de mais importante se passa no espaço da Diocese de Lamego, a nível eclesial, mas também cultural, social, na abertura ao país e ao mundo. São diversos também os textos de reflexão: comentários às leituras do domingo seguinte, o que vai acontecer na Igreja e no mundo, apanhado das intervenções do papa Francisco, ressonância da Peregrinação ao Santuário de Nossa Senhora da Lapa, e Peregrinação Nacional das Crianças a Fátima, a agenda episcopal, entrevistas, desta semana ao Comandante dos Bombeiros Voluntários de Lamego, Mensagem de D. António Couto para a celebração do Corpo de Deus.

Voz de Lamego, 17 de junho de 2014, número 4269, ano 84/30

Categorias:Editorial, Opinião Etiquetas:, ,