Início > Uncategorized > Ainda as Jornadas Diocesanas da Juventude

Ainda as Jornadas Diocesanas da Juventude

DSC02085

A última edição do Jornal da Diocese de Lamego, VOZ DE LAMEGO, entre notícias e reflexões que propõe aos seus leitores, procurando que a mensagem do Evangelho chegue mais longe e mais fundo e simultaneamente que a informação sobre acontecimentos aproxime pessoas e comunidades, dá destaque, como não poderia deixar de ser, à XXIX Jornada da Juventude, que se realizou nos dias 16 e 17 de maio, em Freixo de Numão, no Santuário de Nossa Senhora da Carvalha.

As Zonas Pastorais de Mêda e de Foz Côa congregaram esforços, com as entidades locais, e com a presença solícita do Secretariado Diocesano da Juventude (SDPJ de Lamego), para que os jovens vivessem bem estes dias de festa, encontro, partilha, de vivência da fé cristã.

Na véspera, a Vigília de oração, focada nas Bem-aventuranças, a partir das quais se prepararão as Jornadas Mundiais.

Alguns jovens que pernoitaram em Freixo de Numão foram acolhidos por famílias locais.

O dia viu congregar centenas de Jovens, oriundos de toda a Diocese de Lamego. Cerca de 800 jovens, segundo as estimativas do SDPJ. Diversos momentos: acolhimento, caminhada – Ide e acordai, visita aos Santíssimo Sacramento, workshops, com os Combonianos, Irmãs Hospitaleiras do Coração Imaculado de Maria, Comunidade dos Servos de Maria do Coração de Jesus, Jovens Sem Fronteiras e Equipa Pastoral Juvenil de Vila Real.

O ponto central foi a celebração da Eucaristia. A Voz de Lamego fez um apanhado das palavras de D. António Couto, que presidiu à celebração. Partindo da Liturgia da Palavra, convocou os jovens, e a Igreja, a deixar-se “levar” pelo Espírito Santo, acolhendo-O como fogo, a viver com paixão, “homem ou mulher que se preze tem de ter um lume aceso dentro de si, uma paixão, para não desperdiçar a vida… Vivei sempre com lume dentro de vós. Deixai que a vida seja harmonizada por este Espírito. Como seria mais belo o mundo se esta fogueira ardesse dentro de nós!”

Prosseguindo, D. António desafiou os presentes a serem “evangelistas, gente que escreve o Evangelho com a vida, capazes de viverem o que anunciam. Caso contrário, se vivemos uma coisa e anunciamos outra, somos palhaços”. Como apelo forte, desafio a mostrar Deus: “Só mostro Deus se a minha vida estiver sintonizada com Deus. Levai, mostrai Deus Deus aos outros. Para isso precisais da vida toda, inteira”.

A Jornada continuou com o almoço, cuja partilha incentiva a uma maior proximidade entre os jovens.

Da parte de tarde, animação quanto baste, bem juvenil, com o grupo Almacave Jovem e com as Irmãs da Comunidade dos Servos de Maria do Coração de Jesus. A Jornada terminou com a Oração do Envio, e com o anúncio do local das próximas jornadas diocesanas: Moimenta da Beira.

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: