Arquivo

Archive for 16/04/2014

Voz de Lamego, edição de 15 de Abril de 2014

Voz de Lamego, edição de 15 de Abril de 2014

Categorias:Uncategorized

Semana Santa em Lamego: horário das celebrações

Quinta feira Santa

10h00: Igreja Catedral, Missa crismal, com a bênção dos óleos

17h00: Igreja Catedral, Santa Missa da Ceia do Senhor

19h00: Igreja de Almacave, Santa Missa da Ceia do Senhor

21h30: Igreja das Chagas, Procissão das Sete Bandeiras

Sexta feira Santa

17h00: Igreja Catedral, Celebração da Paixão do Senhor

19h00: Igreja de Almacave, Celebração da Paixão do Senhor

21h30: Igreja das Chagas, Procissão do Senhor Morto

Sábado Santo

21h30: Igreja de Almacave, Vigília Pascal

22h00: Igreja Catedral, Vigília Pascal

Domingo de Páscoa

08h00: Igreja de Almacave, Procissão e Missa da Ressurreição

08h30: Igreja Catedral, Procissão e Missa da Ressurreição

10h00: Anúncio da Ressurreição – Visita pascal

Categorias:Uncategorized

Cerco de Jericó

O Grupo de Oração de N. S. dos Remédios está a promover a realização de um Cerco de Jericó, que se está a realizar até ao próximo 18 de Abril, na Casa da Irmandade (ao lado do Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, em Lamego).

Os Cercos de Jericó consistem numa semana contínua de adoração e oração diante do Santíssimo Sacramento. Segundo quanto escreve a Voz de Lamego, “será uma semana ininterrupta de Adoração a Jesus Sacramentado em que rezamos de um modo especial pelas intenções dos Corações de Jesus e Maria. Todos são benvindos!”

Categorias:Eventos

Centro Diocesano de Promoção Social com novas instalações

IMG_3628As antigas instalações da tipografia Voz de Lamego foram remodeladas e adaptadas para serem utilizadas pelo Clube de Idosos, Resposta Social do Centro Diocesano de Promoção Social. Esta valência está vocacionada para acolher e acompanhar os mais idosos, através do Centro de dia, Dentro de Convívio e Serviço de Apoio Domiciliário.

O Centro de Dia funcionou nos últimos anos em instalações pertencentes ao Cabido, por cima da Gráfica de Lamego. Antes disso, iniciou a sua actividade, já lá vão 34 anos, no espaço agora ocupado pelo Museu Diocesano de Arte Sacra, antigo seminário, frente à Sé. O fundador foi o Mons. Ilídio Fernandes. Ao longo destes 34 anos, muitos foram os Utentes e colaboradores que por ali passaram e muitas e variadas as iniciativas concretizadas. Quantas histórias de vida por ali passaram!

Mas os acessos não eram os melhores e colocavam em risco os seus utilizadores; era necessário encontra um novo espaço. A oportunidade surgiu aquando do encerramento da tipografia. Aquele espaço, agora devoluto, propriedade da diocese, apareceu como indicado para o efeito. Mas foram necessários muitos trabalhos para remodelar e adaptar para serem utilizados pelos nossos Utentes. A Direção do CDPS elaborou o projecto de acordo com as exigências actuais e procedeu-se à remodelação do espaço.

As novas instalações do Clube de Idosos ficam situadas na Travessa dos Loureiros e entraram em funcionamento no dia 10 de Março de 2014. Um espaço amplo, jovial, acolhedor e com muita luminosidade, situado na zona nobre da cidade.

No dia 1 de Abril de 2014, com a presença do nosso bispo, Sr. D. António Couto, e do Sr. Vigário Geral, procedeu-se à Bênção do espaço. No evento, com destaque para os Utentes deste Centro, colaboradores e voluntários, estiveram também os membros da Direção do CDPS, Mons. Armando Ribeiro Santos e o Pároco da Sé, Cónego José Ferreira.

Nas palavras que nos dirigiu, aquando da Bênção, D. António Couto convidou-nos a construir o verdadeiro edifício, que está para lá das paredes e demais materiais, e se traduz na edificação da vida de cada um e de todos.

Em seguida, foi servido um lanche convívio para todos os presentes. A alegria e satisfação de todos era bem visível. Em particular para os principais responsáveis da instituição diocesana, tendo em conta que foi mais um projecto concretizado e, mais importante, pelo serviço que aqui será prestado aos nossos utentes. Como recordação, no final, distribuiu-se uma pagela com o slogan “ Na vida só há um modo de ser feliz: viver para os outros”.

Ângela Sequeira
Rosa Maria Fernandes
Maria Clara Taveira

 

Encontro da ASEL 2014

A Associação de Antigos Alunos dos Seminários da Diocese de Lamego (ASEL) realizará o seu encontro anual no Seminário Maior de Lamego, no próximo dia 03 de Maio.

Esta Associação, que também integra a União das Associações dos Antigos Alunos dos Seminário Portugueses (UASP), reúne anualmente no primeiro sábado do mês de Maio, e procura manter os laços de amizade e vínculo fraterno entre os seus associados, que têm, em comum, o facto de terem sido alunos nos Seminários da Diocese de Lamego.

Do programa do encontro consta a realização da Assembleia Geral anual e a Santa Missa, presidida pelo Sr. D. António Couto, Bispo de Lamego.

Ficha de inscrição

Mais informações

Categorias:Eventos Etiquetas:,

Cursilhos de Cristandade: 50 anos em Lamego

Rui Araújo, Eng. Cursistas  In Voz de Lamego, 08.04.2014

 Entrevista ao Eng. Rui Araújo, Presidente do Movimento Diocesano dos Cursilhos de Cristandade

 A Diocese de Lamego assinalará, em 2014, os 50 anos do primeiro Cursilho de Cristandade realizado entre nós. Este movimento eclesial é bem conhecido e está presente em muitas das nossas paróquias, através da vida e testemunho de quantos viverem a experiência de um curso de cristandade.

Em termos simples, o que caracteriza este movimento eclesial?

Antes de mais é um movimento de serviço à diocese. É pois, um movimento ao serviço do próximo. Sumariamente caracteriza-se pela realização de um retiro espiritual, denominado Cursilho de Cristandade, com a duração de três dias, no qual a pessoa experimenta um reencontro profícuo com Cristo. Nos próximos dias 24, 25, 26 e 27 de Abril, iremos realizar um cursilho de homens em Resende, comemorativo dos 50 anos, acompanhado de uma Ultreia Diocesana.

Em que condições surgiram os cursilhos e com que objectivos?

Os cursilhos surgiram em Palma de Maiorca, em 1944, nos anos seguintes à Guerra Civil Espanhola, durante uma peregrinação a São Tiago de Compostela da Acção Católica. O fundador foi Eduardo Bonín, na altura com 27 anos juntamente com os seus companheiros que, conscientes dos ambientes descristianizados, tiveram a coragem de dar um grito de alerta, para que a juventude acordasse e levassem ao mundo e à igreja a força e a alegria do Evangelho, à semelhança do que São Paulo tinha feito no seu tempo.

E como foi a sua entrada em Portugal e, já agora, em Lamego?

A implantação do movimento em Portugal realizou-se em 1959. O primeiro cursilho realizou-se em Fátima em 1960. Desde a implantação, realizaram-se mais de cinco mil cursilhos, com cerca de 150 mil participantes.

A Diocese de Lamego, desde cedo aderiu ao movimento, através duma parceria com a diocese de Portalegre / Castelo Branco e Viseu.

O primeiro cursilho foi de Homens e teve lugar nas Caldas de Aregos, Resende, entre 29 de Abril e 2 de Maio de 1964, seguido de cursilho de Senhoras no mesmo local entre 18 e 21 de Novembro de 1964.

Até à data, realizaram-se 93 cursilhos, com cerca de 3100 participantes.

Ler mais…

Categorias:Entrevistas Etiquetas: