Arquivo

Archive for 09/04/2014

Peditório em favor da Terra Santa

34404 059-4 BIBLE MAPPor determinação da Santa Sé os peditórios da adoração da Santa Cruz de Sexta Feira Santa são destinados à Terra Santa.

1. A unidade no Cristo Redentor impulsiona-nos a promover, também neste ano, a importante iniciativa da Collecta Pro Terra Sancta, satisfazendo a dívida da Igreja universal para com a Igreja-Mãe. Como recordou recentemente o Papa Francisco ao receber os Pastores dessa região na Sessão Plenária da Congregação para as Igrejas Orientais, quando afirmou: “Meu pensamento volta-se, de maneira especial, à terra bendita na qual Cristo viveu, morreu e ressuscitou. Nela – percebi-o, também hoje, pela voz dos Patriarcas presentes – a luz da fé não se apagou; antes, resplende vivamente. É ‘a luz do Oriente’, que ‘iluminou a Igreja universal, desde que apareceu sobre nós um sol que surge (Lc 1,78), Jesus Cristo, nosso Senhor.”

2. Com a chamada “Primavera Árabe” a situação dos cristãos na Terra Santa agravou-se consideravelmente. A ascensão do extremismo islâmico torna cada vez mais difícil o quotidiano dos cristãos que vivem o permanente dilema entre partir ou ficar. A viagem do Papa Francisco, de 24 a 26 de Maio próximo, pretende pôr na agenda internacional esta situação dramática, apoiar as comunidades cristãs locais e interpelar cristãos, judeus e muçulmanos para que juntos encontrem, nas suas heranças espirituais, espaços comuns em que possam trabalhar concertadamente para porem um termo à injustiça, à opressão, à ignorância e a todos os actos que destroem a dignidade humana.

3. A Sagrada Congregação para as Igrejas Orientais escreveu aos bispos de toda a Igreja, alertando e sensibilizando a olhar para estes nossos irmãos e irmãs na fé que estão a escrever uma página da História com “o ecumenismo de sangue”, que os irmana. Devemos e queremos estar ao seu lado com plena solicitude.

4. A mesma Congregação relembra a grande obra social desenvolvida pelas comunidades católicas na Terra Santa e insiste na necessidade da nossa ajuda que lhes possibilitará estar junto dos pobres e sofredores, sem distinção de credo ou etnia: “As Paróquias manterão abertas as portas a cada necessidade, assim como também as escolas, nas quais cristãos e muçulmanos, juntos, preparam um futuro de respeito e colaboração. Também os hospitais e ambulatórios, os asilos e os centros de acolhimento continuarão a ajudar a todos (…) Assim acompanharemos, desde agora, o Papa Francisco, que se apresta a ser peregrino de unidade e paz na Terra Santa: uma visita tão esperada, desejada e necessária. Que ela confirme na fé os cristãos, torne-os ainda mais, e sempre mais, capazes de misericórdia, perdão e amor.”

Apela-se, por isso, vivamente, aos sacerdotes que promovam o peditório e sensibilizem os fiéis para a generosidade solícita a ter com estes nossos irmãos e irmãs da Igreja-Mãe que peregrina na Terra Santa.

P. João Carlos Morgado, Pró-Vigário Geral

 

Categorias:Uncategorized

Pe. Rui Morais Botelho (1932 – 2014)

SAMSUNG DIGITAL CAMERADeus chamou à Sua presença na eternidade o Rev. Pe. Rui Morais Botelho na noite de 07 para 08 de Abril.

Filho de Hermínio Cardoso Botelho e de Emília Rosa Morais, é natural de Alvarenga, concelho de Arouca, Arciprestado de Cinfães – Resende, onde nasceu a 20 de Agosto de 1932. Depois de frequentar os Seminários Diocesanos, recebeu a ordenação sacerdotal a 15 de Agosto de 1959.

Após a ordenação presbiteral, dedicou inteiramente a sua vida, quer ao ministério sacerdotal, quer à música, nas suas várias vertentes: composição, ensino e execução, em vários ambientes, escolas e circunstâncias.

A Diocese de Lamego agrade a Deus o dom da sua vida e do seu ministério, manifesta a sua proximidade à sua família, de um modo particular ao Rev. Sr. Pe. Simão Morais Botelho, seu irmão, e eleva ao Senhor férvidas preces pelo eterno descanso da sua alma.

As exéquias solenes, presididas pelo Sr. D. António Couto, Bispo da Diocese de Lamego, terão lugar amanhã, 09 de Abril, pelas 16h00, na Igreja Paroquial de Alvarenga.