Início > Uncategorized > Homilia do Sr. D. António Couto na Solenidade de N. S. dos Remédios

Homilia do Sr. D. António Couto na Solenidade de N. S. dos Remédios

Miqueias 5,1-4

Salmo 13(12),6; Isaías 61,10

Romanos 8,28-30

Mateus 1,1-16.18-24

 

1. O Salmo 13 que hoje cantamos como Salmo responsorial pediu emprestado a Isaías 61,10 o refrão que repetimos: «Exulto de ALEGRIA no Senhor!». Traduzido mais literalmente soaria com mais força ainda: «Transbordo de ALEGRIA no Senhor»! Típico da gramática desta ALEGRIA, é que não se trata de uma alegria nossa, que em nós nasce, que em nós começa e em nós acaba. Trata-se de uma ALEGRIA que vem de Deus, e por inteiro nos atravessa, nos enche a alma, nos enleva e nos eleva até Deus. Sim, é em Deus que esta ALEGRIA tem o seu começo e o seu fim. Bonito é que a figura que celebramos neste Dia, Maria, também tenha pedido este versículo emprestado a Isaías para conseguir compor, no Magnificat, a torrente da ALEGRIA que lhe inunda a alma e lhe faz pulsar a um ritmo novo o coração: «o meu espírito exulta de ALEGRIA em Deus, meu Salvador!» (Lucas 1,47), assim canta Maria. Quer isto dizer, meus amados irmãos, que a ALEGRIA verdadeira não é do nosso mundo, não é daqui, não se compra nem se vende em pacotes servidos em shows. Típico do show é servir uma alegria líquida e passageira, que tem a duração de um gelado a liquefazer-se nas mãos de uma criança. Esta alegria ténue e líquida tem a duração de um grito histérico. A ALEGRIA que vem de Deus, que jorra do coração de Deus, não se compra nem se vende, não se liquefaz, ninguém vo-la pode tirar (João 16,22), dura até à vida eterna. É a ALEGRIA que podeis serenamente contemplar, amados irmãos, no rosto, na voz e nos braços de Maria.

 

2. Sim, irmãos muito amados, a ALEGRIA que podeis contemplar no rosto de Maria vem de Deus, é Eterna como Deus, é a ALEGRIA que se vive na Casa de Deus, e é por isso que Maria vos encanta e me encanta, não um dia, mas sempre. Meus irmãos mais pequeninos, mais simples, mais humildes, vou revelar-vos um segredo que afinal vós já sabeis muito bem, tão bem que foi convosco que o aprendi. Sim, vós viestes aqui nove dias seguidos, às seis da manhã, e enchestes completamente este Santuário, esta Casa de Deus e de Maria. Cheios de ALEGRIA viestes, cheios de ALEGRIA regressastes a vossas casas, cheios de ALEGRIA voltastes aqui no dia seguinte, no dia seguinte, no dia seguinte. Apetece-me glosar aqui um intenso dizer de Jesus às multidões, registado no Evangelho de Mateus: «O que viestes ver aqui, irmãos? Uma cana agitada pelo vento? Mas o que viestes ver? Alguém vestido com roupas finas? Mas os que se vestem com roupas finas vivem nos palácios dos reis. Então, o que viestes ver? Um profeta? Sim, eu vos digo, e mais do que um profeta» (Mateus 11,7-9). Viestes ver Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, rainha dos Profetas. Viestes ver a ternura maternal de Deus, visível no colo de Maria. Viestes rezar. Viestes entregar a Maria as vossas dores e as vossas flores.

Continuar >>

Categorias:Uncategorized
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: